Coordenadores:Rodrigo Moraes, Letícia Guidi e Daniel Ramos
Vigência do Pomar: 2016-2017 (Projeto) e 2018 – atual (Programa)
Vigência do Projeto IARA: 09/2018 – atual
Site: www.programapomar.org

O Programa Pomar – Propostas de Desenvolvimento da Fruticultura no Alto Paranaíba – é um programa de extensão da Universidade Federal de Uberlândia Patos de Minas que trabalha em parceria com diversas instituições para a melhoria das condições de vida dos produtores rurais na região do Alto Paranaíba, além de promover a aproximação do produtor rural com entidades que podem beneficiá-lo.

Um programa de extensão difere de um projeto de extensão. O programa é um conjunto de ações continuadas de vários projetos que o compõem, que possuem um mesmo objetivo comum.

É formado tanto por docentes quanto discentes dos cursos de graduação do campus Patos de Minas da UFU (Engenharia de Alimentos, Biotecnologia e Engenharia Eletrônica e de Telecomunicações). Os docentes atuam como orientadores no programa e nos projetos, e os discentes como executadores das ações, os alunos geralmente são selecionados no início do ano via processo seletivo.

Os projetos do Pomar compartilham da mesma missão: ser agente ativo na apresentação de propostas aos poderes públicos e aos produtores rurais para o crescimento e desenvolvimento da fruticultura e da olericultura na região do Alto Paranaíba, por meio de orientação profissional qualificada aos produtores rurais.

Atualmente sou um dos coordenadores do Programa Pomar e atuo tanto na orientando ações do grupo como um todo, quanto na coordenação do projeto IARA. Além do projeto IARA, o Pomar possui mais 4 projetos em andamento, sendo eles:

O Projeto Origens tem como objetivo propor formas para melhorar a qualidade de vida no campo e diminuir o êxodo rural, atuando principalmente por meio de ações de assistência profissional qualificada, valorizando as tradições locais e capacitando sobre a produção, transformação e comercialização de seus produtos.

O Projeto Transformar tem como objetivo promover a transformação de frutas e hortaliças através do ensino teórico e prático sobre manipulação, higienização, armazenamento e transformação.

O projeto tem como objetivo geral conscientizar os pequenos produtores quanto ao uso e o descarte correto dos defensivos agrícolas, a fim de minimizar os riscos associados ao uso destas substâncias para o agricultor e para os consumidores.

O projeto Melhorando é um projeto recém criado no Pomar (ainda não está no site e não tem uma logo) que tem como objetivo apresentar aos pequenos agricultores propostas de cultivos geneticamente modificados (iniciando pelas variações da mandioca), de melhor resistência e crescimento por exemplo, e que podem ser adaptados para a região de Patos de Minas.

O projeto IARA, criado no final de 2018, parte para o eixo de tecnologias eletrônicas no campo e atua no diagnóstico e no mapeamento do perfil tecnológico dos pequenos proprietários rurais no município de Patos de Minas. Por meio desse mapeamento, planeja-se ações com objetivo de promover o acesso do pequeno produtor à informações e/ou soluções tecnológicas de pequeno porte e de baixo custo.

O projeto atua em temáticas de grandes áreas como telecomunicações e automação, mas com enfoque na agricultura 4.0 e no uso de tecnologias sociais.

A primeira etapa do projeto foi levantar dados sobre o nível de tecnologia dos pequenos agricultores, para direcionar os esforços do projeto (2018-2019). Os alunos formularam um questionário relacionando os conceitos da Agricultura 4.0 e entrevistaram os agricultores nas feiras, eventos e durante algumas visitas ao longo de 2019 e início de 2020. Os dados estão sendo tratados para posterior divulgação científica.

Em paralelo foi iniciado a construção de uma pequena estufa com irrigação inteligente. Servirá tanto para os alunos praticarem conceitos de cultivo, quanto para ministrar cursos de irrigação automatizada de pequenas hortas.

Também foram elaborados cursos, como o de alfabetização digital para pessoas de idade avançada.

O projeto passou para a segunda fase em 2020, onde serão direcionadas as ações de acordo com os dados levantados. Além disso, a estufa será retrabalhada para um versão com melhor ergonomia aos estudantes, revisando os principais problemas da 1ª versão.

Para mais informações sobre o programa Pomar e o projeto IARA, acesse o site do Programa: www.programapomar.org

Ou acompanhe as redes sociais do programa: Instagram Facebook