De volta ao Brasil, estou aos poucos atualizando o site e voltando a publicar novidades sobre robótica. Aproveitando, vou deixar um vídeo bem interessante sobre a integração de um quadricoptero integrado a um robô quadrupede.

O quad geralmente possui pouca autonomia de voo, pois não consegue carregar muito peso, o que implica em um tamanho limitado da bateria. No entanto, dependendo do seu alcance, pode possuir um melhor campo de visão, melhor posicionamento dos sensores ou melhor sinal para comunicação.

O quadrupede já é o inverso, podendo carregar um peso maior mas tendo limitação de obstáculos e imprevistos no caminho.

Tem duas possibilidades de trabalho neste caso. Na primeira, sem o cabo umbilical, o quadrupede pode ter a função de percorrer longas distâncias e só acionar o quad quando for necessário alguma informação complementar. A segunda forma, como está no vídeo, é energizar o quad através de um cabo umbilical, dando mais autonomia mas limitando o seu alcance.

De qualquer forma, a construção e controle de um desses robôs já não é algo trivial, imaginem os dois juntos!