fotos_6424_passos

Passam-se dias ou anos, sempre tem uma pergunta que recebo com frequência: O que é preciso saber para começar aprender automação e/ou Arduino?

De uma forma bem simplificada e no meu ponto de vista, separei alguns itens que mesmo não sendo todos pré-requisitos, com certeza são fundamentais para um bom aprendizado. São passos sequenciais de conhecimentos e noções que você deverá ter/fazer antes mesmo de pegar um Arduino ou um curso de automação!

1.  Noções de Eletricidade

1eletricidade

Tudo que você irá mexer com automação tem alguma parte que envolve eletricidade. É fundamental saber alguns conceitos básicos como tensão, corrente, resistência, potência. E também recomendo saber as suas respectivas relações, incluindo a Lei de Ohm e como calcular a potência.

2. Informática

2informatica

Pode parecer óbvio, mas é sempre bom frisar. Quem quer fazer algo em automação tem de saber mexer em um computador.  Se souber montar/desmontar o PC, e/ou  instalar e desinstalar programas, já é um ótimo sinal, pois entenderá melhor os conceitos quando for estudar microcontroladores. Outros conhecimentos úteis: cabos, conectores e portas serial, paralela e USB.

3. Noções de Segurança

3seguranca

Apesar de não ser um pré-requisito, é importante saber o que pode te machucar ou não, e que medidas de segurança devem ser tomadas. Por exemplo, saber que é a corrente alta e não a tensão que pode causar acidentes graves, saber como eletricidade estática pode afetar componentes eletrônicos, saber manusear a solda e não aspirar a fumaça do estanho, dentre outros  cuidados.

4.  Noções de Eletrônica

4eletronica

Além das noções de eletricidade, é importante saber um pouco de eletrônica. Mas neste caso, pelo menos saber identificar e a funcionalidade de alguns componentes simples como resistor, capacitor,  led, relés, etc. É uma parte teórica que deve ser vista antes de iniciar qualquer atividade de automação.

5. Paciência e Raciocínio Lógico

5logica

Tanto a parte de software quanto de hardware exigem uma boa dose de paciência e de raciocínio lógico tanto para projetar/montar o projeto, principalmente quanto achar tiver um problema e precisar resolve-lo (sim, dificilmente o projeto funcionará na primeira tentativa).

6. Programação

6programacao

Apesar de ser possível aprender a programação durante o curso/leitura, você precisará aprender a programar mais cedo ou mais tarde. Mas quanto mais você souber sobre programação antes de iniciar um projeto de automação, mais fácil ficará! Pelo menos saber o funcionamento básico de uma linguagem sequencial, saber conceitos de variável, função, instruções condicionais e de laço, uso de bibliotecas.

7. Vontade de aprender e capacidade Autodidata

7autodidata

Uma coisa é fato: Ninguém sabe tudo e muito menos saberá de cabeça! Existem muitos materiais, tutoriais e projetos na internet que só precisam ser lidos e entendidos, e todos que trabalham com automação acabam tendo de pesquisar componentes ou formas de montar seus projetos.

Muitas pessoas em comunidades estarão dispostas a ajudar, mas geralmente os participantes não veem com bons olhos pessoas que perguntam/reclamam antes mesmo de tentar procurar e entender por si mesmas o assunto. Mas claro, ninguém é obrigado a entender de primeira e quanto mais a pessoa se esforça, mais pessoas estarão dispostas a ajudar.

8. Conclusão

8arduino

Se você tiver todos os itens acima, poderá facilmente iniciar a sua jornada na automação. Mas aí vem a grande pergunta: Por onde começar?

Primeira coisa é saber se há uma necessidade especifica e avaliar que tipo de automação será necessária. Por exemplo, CLPs são utilizados no meio industrial, placas de alto desempenho para projetos que exigem um alto processamento (como processamento de imagens) ou para automação em geral, um pequeno microcontrolador já resolve. Se não tiver a mínima ideia do que comentei, inicie com o Arduino Uno R3, pois é amigável para iniciantes e possui uma grande comunidade e material disponível.

Feito isso, independente do microcontrolador, você poderá ou ir atrás de cursos ou de tutoriais (vídeos, livros, páginas) para entender o básico de automação. Os cursos são bons para acelerar o aprendizado, mas todos os conteúdos são facilmente achados na internet (maioria dos materiais são de graça e o curso pode ter um valor mais elevado).