No final de setembro fui indicado como palestrante para o XI Congreso Internacional en Innovación Tecnológica e Informática da Universidad Abierta Interamericana (Buenos Aires- Argentina), para falar sobre a robótica como ferramenta de ensino.

Foi minha primeira vez em Buenos Aires e fiquei surpreso com a receptividade dos nossos hermanos com brasileiros. Longe de qualquer rivalidade, fui muito bem recebido e admiro o esforço de todos em tentar conversar em portunhol comigo.

Foram 12 horas de congresso, com palestras muito interessantes de assuntos relacionados à inovação, tecnologia, empreendedorismo, E-business, cibercultura e robótica. Abaixo seguem algumas fotos e projetos interessantes dos nossos hermanos.

20130927_085305 20130927_130643

Na esquerda temos um robô utilizado para receber os participantes do congresso e na direita alguns do robôs exibidos, maioria utilizando tecnologia arduíno.

20130927_130825 20130927_131101

Mais alguns robôs em detalhes. O da direita fazia reconhecimento de voz e executava sons de acordo com os comandos falados.

20130927_131211 20130927_190116

Uma impressora 3D argentina e um quadricoptero (foram feitos vôos durante o congresso).

20130927_19013020130927_190139

O robô humanoide da esquerda utilizava o Kinect para reconhecer o movimento de uma pessoa e reproduzi-lo. Na direita mais alguns robôs em detalhes.

IMG_043 IMG_054

E finalmente, eu durante a minha sessão (primeira acima) e logo abaixo, na finalização/entrega dos certificados pelo robô “Johnny 5”, uma réplica do robô de “Short Circuit” dos anos 80.

Descobertas Interessantes

image004    logo3

Arduíno Argentino – os argentinos por terem limitações para importação de produtos, desenvolveram sua própria placa de arduíno, chamada DuinoBot. Baseado no arduino Leonardo, incorporaram uma proteção à placa e adicionaram conectores de sensores/ motores. Mais informações, neste link.

Software Livre – a faculdade desenvolveu um software chamado eToys, compatível com arduíno uno, o arduíno argentino e os kits Lego. A proposta é bem interessante, já que o software é baseado no Scratch. Mais informações, neste link.

Resumo: Sempre que tiver chance, participe de congressos! Eu gostei muito da experiência de ir até a Argentina e ver os projetos desenvolvidos por lá. Adorei a cidade, a receptividade, contatos e projetos.